Designação/Título: Aquilino Ribeiro


Autoria: Yuraldi Rodriguez Puentes (1977- )

[a partir de projectos do inicial autor Mestre Joaquim Correia (1920-2013)]


Datas Relevantes: 2013-09-13 (inauguração da obra, no dia em que se celebrava o 128º aniversário do escritor)


Materiais: bronze


Dimensões:


Promotor: Câmara Municipal de Viseu ; CEAR


Localização: Rua Formosa, junto à entrada do Mercado 2 de Maio (Viseu – Portugal)


Coordenadas GPS: 40.657406° ; -7.912750°

Descrição

Bem no centro de uma das ruas pedonais mais movimentadas da cidade, foi implantada uma obra escultórica de homenagem ao escritor Aquilino Ribeiro.

Totalmente elaborada em bronze, é a única estátua em Viseu que abdicou da presença de um pedestal (ainda que o passeio tenha sido alteado com um pequeno degrau). Esta característica diferenciadora não deixou de ser notada pelo público e tem favorecido, de forma muito evidente, uma interação observador/monumento que não vemos acontecer em mais caso algum.

Executada em tamanho natural, a obra mostra-nos a figura completa de Aquilino Ribeiro sentado a uma secretária, enquanto redige algumas notas. A identificação do escritor é imediata, já que o escultor reproduziu o seu rosto com extremo realismo. O mesmo cuidado manteve-se na representação das roupas, do mobiliário e dos livros, tal como se de uma fotografia tridimensional se tratasse.

Aquilino surge vestido com fato e gravata e apresenta-se sentado numa cadeira. Mantém os dois braços apoiados sobre o tampo da secretária, sendo que com a mão direita segura uma caneta.

A secretária, de tampo retangular e quatro pernas torneadas, serve de suporte a um conjunto de livros, todos eles devidamente identificados com o título. Nas capas podemos ler o nome das seguintes obras: O Malhadinhas, Arcas Encoiradas, Terras do Demo, Romance da Raposa, e Jardim das Tormentas. As referências à bibliografia de Aquilino não terminam por aqui: em cada uma das faces laterais da secretária surgem gravados os nomes das suas obras literárias. E, na face frontal, a homenagem fica concluída com a inclusão de uma réplica da assinatura do escritor.

Resta-nos acrescentar a presença de um vistoso tinteiro, esculpido com grandes pormenores decorativos.

O registo inferior da escultura é composto por uma estreita base retangular, sendo que num dos seus cantos posteriores existe um Código QR e uma longa inscrição, na qual se partilham múltiplas informações: «“Um castanheiro é uma cidade para os pássaros” / Homenagem a Aquilino Ribeiro Machado no ano do / Centenário da sua primeira publicação / Abraço Eterno do escultor Yuraldi Rodriguez Puentes / Centro de Estudos Aquilino Ribeiro (CEAR) / Câmara Municipal de Viseu. Presidente Dr. Fernando Ruas / Viseu 13 de Septembro 2013».

Arquivo Gráfico

Vídeo

Documentos

  • CORREIA, Alberto (coord.) – Aquilino Ribeiro: homenagem singular. Viseu, Câmara Municipal de Viseu e Centro de Estudos Aquilino Ribeiro, 2013.
  • FIGUEIREDO, António Vicente – Viseu: Santa Maria. História, memória e património. Viseu, Freguesia de Viseu, 2017.

Outras referências

ID da Entrada: NTGD.2019.0011

Ruben Marques (2019-08-23)