Designação/Título: Dergel


Autoria: Robert Schad (1953- )


Datas Relevantes: 2015 (execução da obra) ; junho de 2017 a maio de 2018 (exibição da escultura em Viseu, na Praça da República) ; 2º semestre de 2018 (exibição da escultura em Viseu, na Quinta da Cruz)


Materiais: aço (barras de 10 x 10 cm)


Dimensões: 233 x 36 x 39 cm


Promotor: 


Localização: Praça da República (Viseu – Portugal)

Nota: depois de ser retirada da Praça da República, a escultura permaneceu ainda alguns meses em exposição na Quinta da Cruz (Viseu – Portugal)


Coordenadas GPS: 40.657619° , -7.913821° (Praça da República) ; 40.655757° , -7.933844° (Quinta da Cruz)

Descrição

Escultura não-figurativa, elaborada com barras de aço. Apresenta um perfil marcadamente vertical e ausência de policromia. A obra é constituída por três barras de altura diferente, alinhadas ao alto, permanecendo juntas entre si.

Esta escultura foi exposta em Viseu no âmbito do projeto “Percurso Lusitano”. Este ambicioso projeto, levado a cabo entre os anos de 2017 e de 2018, consistiu na colocação de dezenas de obras escultóricas, da autoria do artista alemão Robert Schad, em diversas localidades portuguesas, espalhadas de norte a sul do país.

 

Sobre o projecto e transcrevendo a informação disponibilizada no flyer [disponível em DOCUMENTOS]:

» PERCURSO LUSITANO «
O escultor alemão Robert Schad regressa com um grandioso projeto de exposição das suas esculturas ao país onde, no início da década de 1980, se iniciou a sua carreira artística. A exposição permitirá recolher uma perspetiva variada sobre a obra atual do artista. No ano de 2007 realizou para o novo complexo da Santíssima Trindade, do Santuário de Fátima, a Cruz Alta, com uma altura de 34 metros. No seguimento desta escultura, que ocupa um lugar central na obra de Robert Schad, o escultor apresenta agora entre 2017 e 2018, em diversas localidades portuguesas, o projeto de escultura PERCURSO LUSITANO, que se revela único tanto no número de esculturas expostas como também na distribuição espacial das mesmas, já que estarão espalhadas de norte a sul do país. As linhas que determinam as suas esculturas constituem um » fio condutor « que atravessa o país e permitem novos pontos de vista e perspetivas sobre os locais em que as esculturas se encontram. Robert Schad nasceu 1953 em Ravensburg (Alemanha). Ele reside e trabalha em Larians (França) e em Chamosinhos (Portugal), onde desde 1988 tem a sua segunda residência.
A exposição realiza-se sob o patrocínio do Embaixador da Alemanha em Lisboa, Dr. Christoph Weil.

Arquivo Gráfico

Vídeo

...

Links

Documentos

  • IFRI, Philippe; BORNIBUS, Yvain (coord.) – Schad: Carré Dix / 29 Parcours de sculptures Bretagne. Chateaulin, Locus Solus, 2016.
  • SCHAD, Robert; PÉREZ, Miguel von Hafe; FABIANA, Rita – Robert Schad: Percurso Lusitano. Freiburg im Breisgau, Modo Verlag, 2017.
  • Flyer do projecto “Robert Schad »PERCURSO LUSITANO«”.

Outras referências

ID da Entrada: NTGD.2019.0013

Ruben Marques (2019-08-25)