Designação/Título: Rosto do Fado


Autoria: Xico Lucena (1966- )


Datas Relevantes: 2000 (inauguração da obra, na sequência do I Simpósio de Escultura em Viseu)


Materiais: granito


Dimensões:


Promotor: Câmara Municipal de Viseu


Localização: Estrada da Circunvalação, inserido na rotunda que faz ligação com a Rua do Arco e a E.N. 229 (Viseu – Portugal)


Coordenadas GPS: 40.662272° ; -7.905255°

Descrição

Obra escultórica de homenagem ao fadista Augusto Hilário, nascido em Viseu no ano de 1864.

O monumento é composto por dois elementos de pendor vertical, posicionados lado a lado, com grande simetria.

Cada um desses elementos engloba uma base formada por dois pilares (esculpidos parcialmente em silhueta humana, ao estilo de atlantes) e por um grande bloco paralelepipédico de granito, pousado no topo.

Esse bloco superior surge ornamentado com uma guitarra portuguesa, dissolvendo-se  sobre um xaile.

Os instrumentos musicais “derretidos” denunciam uma clara influência do movimento surrealista, mais concretamente do artista Salvador Dalí e da sua pintura intitulada “A Persistência da Memória”.

Arquivo Gráfico

Vídeo

Documentos

  • FIGUEIREDO, António Vicente – Viseu: Santa Maria. História, memória e património. Viseu, Freguesia de Viseu, 2017.

ID da Entrada

Ruben Marques (2019-10-20)